Inserção Social

Campanha da Fraternidade 2023

Refletindo sobre a importância da solidariedade em tempos de crise alimentar no Brasil

Autoria: Lara Pecora Polazzo – professora do 2º ano do Ensino Fundamental

A Campanha da Fraternidade deste ano traz como lema “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Evangelho de Mateus 14, 16). Durante os últimos anos, as turmas de 2º ano realizaram campanhas de arrecadação de alimentos para diferentes abrigos e pessoas necessitadas. Mas, como sensibilizar as crianças de modo que a doação não seja apenas um gesto assistencialista?

O Brasil, celeiro do mundo, tem farta agricultura. Em contrapartida, 33 milhões de pessoas vivem em condição de miséria. Como ajudar as crianças a entender que a solução do problema da fome não está somente nos recursos financeiros, mas na vida fraterna?

Iniciamos o trabalho contextualizando o que significa a palavra “fraternidade” e o que é a Campanha da Fraternidade. Trabalhamos de modo que os alunos compreenderam que vivemos a Quaresma, período em que somos convidados a refletir sobre a importância de amar a vida e os milagres da ressurreição.

Observamos as quaresmeiras pelo Colégio e vimos que é uma árvore que floresce no verão, no período da Quaresma, diferentemente das outras que dão flores na Primavera. E a partir disso, contemplamos um milagre de Deus. As crianças desenharam as quaresmeiras e escreveram em seus troncos o que podem fazer para transformar algo em suas vidas, uma atitude que trará renovação.

Depois dessa sensibilização, voltamos para a sala e analisamos o cartaz da Campanha. Ele mostra o mapa do Brasil ao fundo e mãos, em destaque, repartindo o arroz e o feijão, numa atitude fraterna.


Site oficial CNBB

As crianças comentaram diferentes vivências em que, junto com suas famílias, colaboraram com pessoas que vivem essa precariedade. Até que um aluno, Davi Collin de Castro Santos, perguntou se podia sair para dar o seu lanche para o sr. Paulo, morador de rua que vive nos arredores do Colégio. A partir disso, falamos sobre o verdadeiro sentido da caridade, doar o que temos de essencial e não do que temos em abundância, assim como Jesus fez no milagre da multiplicação alimentando uma multidão com dois peixes e cinco pães. E, a pedido de Davi, iniciamos uma Campanha para atender o sr. Paulo em suas necessidades.

Nosso trabalho não se resume aos 40 dias que antecedem a Páscoa, ele dura o ano todo, pois o tema “Fraternidade e Fome”, corrobora com o nosso projeto de inserção social.  Nossa intenção é que, de alguma forma, nossos alunos e alunas aprendam a intervir socialmente na busca de relações justas e fraternas.

Você também pode se interessar
Tags: 2º ano do ensino fundamental, campanha da fraternidade 2023, crise alimentar no Brasil

Posts similares