Educação de Jovens e Adultos

Desafios dos alunos da EJA

Alunos trabalhadores enfrentam árduo dia de serviço e ainda encontram forças para estudar na Educação de Jovens e Adultos no período noturno. Professor dá dicas para conciliar tantas obrigações.   

Autoria – Fábio Souto, professor de História e Atualidades da EJA do Santa Maria

Muitos sonham em voltar a estudar, outros acham que não têm mais idade para aprender, e a verdade é que mesmo com todas as dificuldades que estamos enfrentando, em decorrência da pandemia, cada vez mais pessoas estão abraçando o desafio de encarar a sala de aula novamente.

Diferentemente de alunos adolescentes, os que já são adultos acumulam responsabilidades externas e situações que podem afetar o processo de aprendizagem, seja um trabalho, compromissos familiares ou ambos. Os estudantes adultos normalmente estudam por opção, então você pode razoavelmente supor que a motivação intrínseca de cada um é alta. No entanto, manter esse nível de entusiasmo pode ser complicado, pois a aprendizagem de adultos vem com seu próprio conjunto de desafios pessoais.

Quem tem um emprego em período integral, por exemplo, precisa dar conta das horas de trabalho e do tempo extra — gasto com deslocamento e atividades que são levadas para casa. Ter uma rotina organizada, conseguir ter um período livre para fazer atividades escolares e evitar o cansaço físico e mental são os principais desafios de quem precisa conciliar uma vida dupla.

É o caso de Katia Cristina Moraes, aluna do 1º ano do Ensino Médio: “Chego em casa às dezoito e trinta e já começo me organizar para fazer as atividades online da EJA. Nesse meio tempo, também ajudo minha filha de seis aninhos, que está na primeira série, a fazer as atividades dela. Trabalho fazendo capas de chuva para motoqueiro e minha dificuldade está sendo as aulas online. Para mim é um desafio, mas não vou desistir não!”

Sabemos que não é fácil conciliar trabalho e estudo. Depois de um dia exigente, o cansaço bate e fica complicado encarar os livros ou fazer atividades. No entanto, esse adiamento dos compromissos acadêmicos pode resultar em um acúmulo de tarefas, assuntos para estudar e afetar o desempenho escolar. A desorganização da rotina também contribui para que deixemos o cansaço levar a melhor e a disposição vá ladeira abaixo.

Deixamos aqui algumas sugestões que podem colaborar com aqueles que resolveram abraçar a rotina dupla de trabalho e estudos. A melhor forma de evitar que a desorganização aconteça é fazendo um cronograma o mais fiel possível das suas semanas. Inclua o horário de todos os compromissos, atividades, deslocamentos e separe a hora de estudar. Para render mais, construa uma tabela com esses blocos de tempo. Com o trabalho, você provavelmente não tem tanta disponibilidade de horários, então é fundamental otimizar o período disponível.

Este planejamento deve ser realista e ajustado de acordo com as suas necessidades para determinadas épocas. Por exemplo, na fase das provas, dedique mais tempo às disciplinas em que tem maior dificuldade e invista em testes práticos. Por fim, é fundamental não comprometer as suas horas de descanso à noite. É nesse momento do dia que o cérebro continua a trabalhar na assimilação de tudo o que foi aprendido e estudado. Bons estudos!

Você também pode se interessar
Tags: , ,

Posts similares

Menu