Educação em Pauta

É brincando que se aprende!

Jogos são aplicados para desenvolver habilidades fundamentais no aprendizado da matemática. De quebra, ainda favorecem a convivência e o trabalho em grupo.

Autoria: Anna Paula Dutra Rodrigues professora do 2º ano do Ensino Fundamental do Colégio Santa Maria

Quem não gosta de brincar? Imagine aprender brincando… É assim que os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental vivenciam a Matemática. Procuramos proporcionar um aprendizado mais significativo, utilizando atividades lúdicas, para ajudá-los a desenvolver o raciocínio lógico, a memória, a criatividade, a atenção e o gosto por aprender.

Sabemos que a Matemática tem como objetivo desenvolver habilidades e estruturar o pensamento lógico para que os alunos interpretem e resolvam problemas do seu cotidiano. Por meio de jogos, as crianças desenvolvem estratégias de resolução de problemas e, ao manipularem material concreto, internalizam e adquirem novos conhecimentos.

Outro ponto que essa prática proporciona é a troca de conhecimentos entre as crianças. Aprender a lidar com várias formas de agir e pensar faz com que os alunos desenvolvam o respeito, a cooperação e a paciência com os demais.

O jogo faz com que o pensamento dos alunos seja mais dinâmico, pois muitas vezes é preciso reformular suas jogadas para conseguir obter melhores resultados. Em momentos de interação com o grupo, tomam conhecimento das estratégias usadas pelos colegas e tentam aplicá-las nas próximas jogadas, tendo a oportunidade de reelaborar sua forma de pensar.

Ao jogar, os alunos demonstram múltiplas formas de raciocínio, tornando este momento prático de troca de experiências em aquisição de novos conhecimentos. Assim, os conceitos matemáticos são construídos a partir da vivência, de forma lúdica e prazerosa, sem o rigor do decorar conceitos.

Você também pode se interessar
Tags: , , ,

Posts similares