Educação Infantil

Conflitos cognitivos e pensamento matemático

Atividades lúdicas e questionamentos ajudam na formação do pensar matemático das crianças da Educação Infantil.

Autoria: Karina Rodrigues, professora da Educação Infantil do Colégio Santa Maria

Na Educação Infantil do Colégio Santa Maria, as crianças são convidadas, diariamente, a vivenciarem momentos significativos que estimulam o pensamento lógico matemático.

São atividades que envolvem a estimativa, a comparação, a exploração de objetos, a resolução de situações-problema, jogos, desafios com coleções, caixas, culinária, contagem… Enfim, situações lúdicas em que a criança constrói sua própria aprendizagem por meio de conflitos cognitivos, tendo o professor como mediador e facilitador desse processo.

Os conflitos cognitivos promovem o pensar matemático por meio das boas perguntas, das intervenções adequadas e das interações ao compartilharem ideias com seus pares. São momentos intencionais em que os pequenos são encorajados a pensar ativamente, com oportunidades diversas para elaborar hipóteses matemáticas e justificar seu pensamento.

Como diz o professor e autor Sergio Lorenzato, devemos “proporcionar à criança condições para ela trabalhar significativamente com as noções matemáticas, com o fazer matemático, para que aprecie novos conhecimentos, a beleza da matemática, e se beneficie das descobertas desses conhecimentos no cotidiano”.

Essa beleza citada pelo mestre vemos diariamente refletida no olhar das crianças, seja quando apresentamos um jogo, propomos uma situação-problema numérica ou não numérica, pedimos para dizer ou desenhar “como pensou” ou mesmo quando brincamos de “esconde-esconde” e amarelinha no parque. É a beleza que está inserida no cotidiano e faz parte do nosso currículo de maneira significativa e intencional!

Você também pode se interessar
Tags: , , , ,

Posts similares