Alfabetização, Educação Infantil

Primeiros encontros formais com a leitura e escrita

Como as crianças são envolvidas no processo de alfabetização nas turmas da Educação Infantil?

Autoria: Eliane Lima, coordenadora da Educação Infantil do Colégio Santa Maria.

Falar sobre o desenvolvimento da escrita e da leitura na Educação Infantil envolve pensar nas crianças em diferentes faixas etárias e todos os investimentos que fazemos desde o Jardim I. Neste texto, no entanto, o olhar estará voltado para as turmas de Pré e o quanto começam a construir hipóteses sobre esse sistema, tentando explicar a ordem das coisas que veem no mundo, a função social e suas regras de uso.

Também queremos registrar aqui o olhar cuidadoso para não antecipar tarefas do Ensino Fundamental para a Educação Infantil, o que significaria tirar do currículo da primeira infância os direitos de aprendizagem e a possiblidade de, por meio dos projetos, contemplar os campos de experiência. Por isso, quando falamos de alfabetização na Educação Infantil, tratamos primeiramente de brincar, simbolizar, fazer de conta, desenhar, registrar, investigar, pesquisar… Ou seja, estamos nos referindo às experiências com as múltiplas linguagens.

Lúdico e concreto

Nosso propósito é oferecer tempos e espaços para que as crianças avancem em suas ideias, com trabalhos que incluem a leitura de histórias, a exploração de diferentes gêneros textuais, o uso de palavras estáveis e nomes. Nomes próprios e de seus colegas, que informam sobre letras, sílabas, quantidade, variedade, posição e ordem, e são também explorados em jogos, brincadeiras e registros que se constituem atividades de informação, comunicação e emoção. Nessas situações, os nomes se caracterizam como referência estável que faz as crianças pensarem mais sobre como a escrita funciona.

Em resumo, na Educação Infantil do Colégio Santa Maria, além de garantirmos a infância bem vivida, oportunizamos experiências nas quais as crianças vivam esse pertencimento à cultura escrita e, principalmente, participem ativamente desse processo com sentido e significado. Afinal, acreditamos neste pensamento do educador Luiz Percival Leme Britto: “O desafio da Educação Infantil não é ensinar letras, mas o de construir as bases para que as crianças possam desenvolver-se como pessoas plenas e de direito e, assim, participarem criticamente da cultura escrita”.

Você também pode se interessar
Tags: , ,

Posts similares

Menu