Linguagens

O que arte e moda têm em comum?

Alunos estudam história da moda e sua relação com as artes, aprendem a fazer moldes, desenhos e croquis; criações sustentáveis serão apresentadas em desfile.

Autoria: Adriana Pistori, professora de Arte do 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Santa Maria.

Respondendo à questão do título: arte e moda são frutos da criação, da criatividade, trabalham com linhas, cores e formas. Utilizam como inspiração eventos do cotidiano e do passado, transformando e recriando o presente.

Agora um pouco de história. A palavra moda vem do latim “modus” e significa costume, maneira ou comportamento. Segundo antropólogos, o surgimento da roupa está relacionado à necessidade manifestada pelo ser humano de esconder a nudez e de se proteger do frio, da chuva e do calor.

Podemos dizer que a moda teve origem na pré-história, quando os homens, com criatividade e improvisação, usavam peles de animais para cobrir seus corpos. Eles também faziam pinturas nas cavernas, como forma de ritual para caça, criações que hoje são parte do patrimônio artístico da humanidade.

Roupa, pra que te quero?

Ao longo dos séculos, a variação das características das vestimentas vem para diferenciar o que antes era igual. Na Idade Média, as roupas eram de cores distintas para distinguir as classes sociais.

A diferenciação entre roupas femininas e masculinas na história da moda teve início em meados do século XIV. Vestidos eram peças utilizadas por mulheres, acadêmicos e membros da Igreja. Já a calça apertada se restringia apenas aos homens.

Com a Revolução Industrial no século XVIII, o custo dos tecidos diminuiu bastante. Em 1850, com a invenção das máquinas de costura, o preço da matéria-prima caiu ainda mais e, em 1958, surgiu o primeiro ateliê de alta-costura em Paris, de Charles Frederick Worth.

Muito além de uma peça de roupa

Ao longo dos anos, a moda seguiu padrões estéticos, históricos e sociais. Na estética, vem o surgimento das diversas tendências. Na história, fatos e acontecimentos como a Primeira Guerra Mundial exerceram forte influência. No social, o comportamento dos jovens ditou a moda, relacionando-a principalmente com a música.

A moda é algo cíclico. Estilistas e ícones ditam os estilos que estarão em voga, recriando e reutilizando peças que já estiveram no auge, trazendo à tona um novo estilo, uma nova proposta. Assim também aconteceu na arte. No Modernismo Brasileiro, os artistas trouxeram as ideias da Europa e transformaram esses estilos em uma proposta tipicamente nacional.

Na sala de aula

Pensando na ligação entre Arte e Moda, as turmas do 9º ano do Ensino Fundamental do Santa Maria estudaram a Estamparia Indiana, mundialmente conhecida e valorizada por seu trabalho artesanal. Num primeiro momento, os alunos avaliaram as proporções ideais da figura humana e os movimentos do corpo humano e, a partir daí, criaram os vestuários para seus “modelos”.  Fizeram deste desenho um molde vasado para experimentar diferentes estampas em seus desenhos.

A etapa seguinte foi a de criação de outro desenho, após estudo e pesquisa sobre materiais reutilizáveis que poderiam ser aplicados nas suas peças. Cada grupo fez seu projeto de vestuário (croqui), que será confeccionado por eles em tamanho real e utilizado por um dos componentes, em um desfile que será realizado em outubro. Essa produção deverá estar dentro do conceito de sustentabilidade, na reutilização de materiais e vem sendo elaborada com muita criatividade.

Você também pode se interessar
Tags: , ,

Posts similares

Menu