Metodologias Ativas

Termômetros infravermelhos são tão inofensivos quanto tirar selfies

Aluna e ex-aluna do Santa Maria explicam funcionamento dos termômetros infravermelhos e se uso desse tipo de dispositivo acarreta algum dano à saúde.

Autoria: Fernanda Tamaki Seto, aluna da 2a série do Ensino Médio, e a ex-aluna Patricia Tamaki Seto, sob orientação de Marcos Vinícius Appollo, professor da unidade curricular de Energia, Terra e Universo

Em tempos de pandemia, termômetros infravermelhos estão em todos os lugares. Justamente por ser um dispositivo que em poucos segundos determina a temperatura, sem precisar de contato direto com o corpo, contribuindo com a detecção de possíveis casos de Covid-19, e sendo muito usado em ambientes públicos, privados e como combate à propagação do vírus (GOV, 2021). Acompanhando essa situação, surge a pergunta: “Os termômetros infravermelhos fazem mal?”

Bom, um termômetro infravermelho é fisicamente semelhante a pequenas pistolas de plástico (Figura 1). Seu funcionamento é baseado na tecnologia infravermelha, que mede a temperatura usando uma lente para concentrar a irradiação infravermelha de um objeto em um sensor, chamado termopilha (Figura 2). A termopilha absorve a radiação IV (infravermelha) e transforma-a em um sinal elétrico, fornecendo a temperatura do objeto ou superfície (TIMES OF INDIA, 2020). Para realizar esse processo, o objeto não precisa tocar a superfície, ou seja, não necessita estar em contato direto. Uma vez apontado para a orelha ou a testa (locais mais adequados para medições), o resultado da temperatura é instantâneo (GOV, 2021).

Embora existam questionamentos sobre a eficiência desse aparelho, não há como negar a sua praticidade. Porém, a pergunta em questão é se o seu uso é prejudicial ou não à saúde. Muitos alegam que, ao ser apontado para a testa, o termômetro pode causar danos a longo prazo, desde pequenos impactos até o desenvolvimento de cânceres. Grande parte dessa preocupação é devido ao fato de que a testa é onde a glândula pineal (glândula endócrina) está localizada.

A glândula endócrina é responsável por comandar parte das funções de todo o organismo do corpo, fazendo parte da produção de hormônios que regulam diversos processos corporais e estimulam a produção de diversos outros hormônios, atuando desde a produção de melatonina até na regulação do ciclo menstrual. A glândula pineal, chamada também de Epífise, trabalha durante à noite, enquanto dormimos (EFDEPORTES, 2011), regulando nosso sono.

É verdade que essa glândula está localizada no centro da testa, mas é mentira que ela ou qualquer outra parte do cérebro seja afetada pelo uso da radiação IV. Como esclarecido anteriormente, os termômetros possuem um sensor (termopilha) que não emite nenhum tipo de radiação para o seu corpo, e sim capta a radiação emitida pelo mesmo. Diante disso, é totalmente seguro permitir que, ao checar a sua temperatura com este aparelho, ele seja apontado para a parte frontal da sua testa, local mais adequado para se fazer esta medida.

Existem outros aparelhos que se beneficiam da captação de ondas para cumprir suas funções, como a câmera do seu celular, que também é uma receptora, no caso, de luz visível. Pode-se dizer que, em relação à nossa saúde, os termômetros infravermelhos são tão inofensivos quanto a exposição a uma câmera de celular, por exemplo, para se tirar uma selfie.

Por isso, quando estiver diante de um termômetro infravermelho, permita que ele seja apontado para a testa, local mais adequado para esta medição. Se mirarem para o seu pulso, dissemine a orientação correta de fazê-lo na parte frontal da testa.

Referências Bibliográficas:

EFDEPORTES, 2011. Glândula pineal e alimentação. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd155/glandula-pineal-e-alimentacao.htm. Acesso em: 21 jun. 2021.

GOV, 2021. Agência de Metrologia explica como funciona o Termômetro Infravermelho e orienta como usar o equipamento de medição de temperatura. Disponível em: https://www.to.gov.br/noticias/agencia-de-metrologia-explica-como-funciona-o-termometro-infravermelho-e-orienta-como-usar-o-equipamento-de-medicao-de-temperatura/wlqaicp2w9q. Acesso em: 21 jun. 2021.

TIMES OF INDIA, 2020. Coronavirus myth buster: Are infrared thermometers bad for your skin? A Whatsapp message claims. Disponível em: https://timesofindia.indiatimes.com/life-style/health-fitness/health-news/coronavirus-myth-buster-are-infrared-thermometers-bad-for-your-skin-a-whatsapp-message-claims/articleshow/77908835.cms. Acesso em: 21 jun. 2021.

Você também pode se interessar
Tags: ,

Posts similares

Menu